Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Quanto vale um tweet?

por Alda Telles, em 12.11.10

 



Este vai ser um dos temas da moda nos próximos tempos, cheira-me. O Correio da Manhã publica hoje a notícia de uma adjudicação do INPI ao ISCTE e outra empresa para "estar" no Twitter, insinuando a irrelevância do contrato uma vez que a plataforma é gratuita e aberta a todos.


 


O INPI veio esclarecer que o que está a pagar não é a criação do perfil, mas sim a sua gestão, designadamente a produção de conteúdos.


Fazendo contas simples, o serviço custa ao INPI 1600 euros por mês, a dividir por duas entidades.Uma vez que foram produzidos num mês mais de 1200 tweets, dá cerca de 1,4 € por tweet.


É caro? É barato? Depende do tempo que demora a recolha, análise e selecção da informação, e a sua transformação em títulos interessantes, condensados em 140 caracteres. Depende também do custo da mão-de-obra envolvida no trabalho.


Do que vi do perfil, muito superficialmente, parece-me uma timeline cuidada e diversificada, orientada para os objectivos enunciados, e de quem sabe utilizar a ferramenta.


O outsourcing dos conteúdos versus produção interna é outra questão, discutível, e depende de vários factores. Mas uma coisa é certa: pelo valor anunciado, o INPI não conseguiria dar esta tarefa internamente a uma equipa de gente especializada. Calculo que tenha sido esse o racional da contratação.


Era bom que o mercado percebesse que é este o caminho da comunicação e que as redes sociais, como qualquer outro meio, têm de ser geridas por quem sabe e não por amadores e curiosos.

Autoria e outros dados (tags, etc)


9 comentários

Sem imagem de perfil

De LCalvo a 12.11.2010 às 20:57

viva.

o mercado "tem de perceber", mas não haverá quem tenha de perceber que os exemplos têm de ser dados por todos, para todos?

e de facto, quanto vale o tweet nesta conjuntura?

LC
Sem imagem de perfil

De atelles a 12.11.2010 às 21:39

Não sei se percebi bem a sua pergunta, se bem que retórica. O que quer dizer com isso dos "exemplos devem ser dados por todos, para todos?" Que a administração pública não deve comunicar, para "não gastar dinheiro" ou que deve fazer apenas com recursos internos, mesmo que sejam mais caros?
Sem imagem de perfil

De LCalvo a 12.11.2010 às 22:56

sem malícia, mas o Ministério da Justiça - do qual depende, creio, o INPI- não será um bom exemplo para dar exemplo?

sem populismos [creio] ... será necessário o valor em causa para "dar a conhecer o instituto e facilitar a comunicação entre parceiros" ?

Sem imagem de perfil

De atelles a 12.11.2010 às 23:25

Continua-me a responder com perguntas, estou quase a desistir. Vou então deduzir que, na sua opinião, deveria ser feito com a "prata da casa". Parabéns, conseguiu encontrar e reter quadros especializados e qualificados dispostos a receber 400 e poucos euros por mês. (não esquecer as taxas sociais, irs e 13º e 14º mês).
Sem imagem de perfil

De Pedro Pereira Neto a 13.11.2010 às 19:16

Era bom que quem fala de algo tenha a informação toda, ou pelo menos pareça querer te-la, em vez de lançar este tipo de cortina de fumo e de desinformação...

Bastaria visitarem o site e terem a honestidade suficiente para reconhecerem que o conteúdo deste trabalho está publicado em newsletters que analisam o tipo de fluxo e de recorrência de visita da conta twitter...

É muito triste que se constituam como reflexo da desinformação. Para isso já existia o CM...
Sem imagem de perfil

De atelles a 13.11.2010 às 20:28

Pedro
Não percebi exactamente o que quer dizer. É que eu não tenho qualquer informação sobre o contrato ou sobre o impacto da conta do twitter do INPI. A minha análise foi apenas na perspectiva do mercado e do valor do trabalho. Quer explicar melhor o seu ponto de vista? Quanto mais luz, melhor.
Sem imagem de perfil

De LCalvo a 13.11.2010 às 21:02

[desistir é quase um sinal menos bom; não desista, não desista...]

a questão é simples: tirando o sentido populista da notícia CM, há um facto, creio: será que nesta nossa conjuntura fará sentido um "investimento" como este?
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

[desistir é quase um sinal menos bom; não desista, não desista...] <BR><BR>a questão é simples: tirando o sentido populista da notícia CM, há um facto, creio: será que nesta nossa conjuntura fará sentido um "investimento" como este? <BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>ps</A> - sobre os quadros. e que tal aproveitar recursos já existentes? sinergias entre organismos públicos....? <BR>LC
Sem imagem de perfil

De AL a 15.11.2010 às 15:16

Do que se vê nos posts mais recentes não nenhuma interacção com outros utilizardores / comunidade, no fundo parece uma rss feed de notícias de Propriedade Intelectual glorificada. Pelo que se está a pagar, e até se concebe que possa ser um preço justo, poderia ser feito um trabalho muito melhor.
Sem imagem de perfil

De atelles a 15.11.2010 às 16:18

Concordo, falta a interacção. É verdade que as interpelações que detectei até agora são pouco estimulantes, mas mandam as boas regras - básicas - que se dê uma resposta. Parece-me que faltam competências de relações públicas naquela equipa..
Penso contudo que, pelas características da missão deste perfil, o principal interesse é divulgar informação, do próprio instituto e do sector. Mas já estou a fazer trabalho (de borla) para o INPI :))

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D