Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Ideias para a crise (NOT)

por Alda Telles, em 18.11.10


 


O anunciado casamento do herdeiro William com a plebeia Kate foi a melhor notícia da semana para a economia britânica. Casas de apostas, têxteis-lar e indústria do merchandise piroso rejubilam. E os felizes consumidores da Big Society também. O PIB de Sua Majestade agradece.


 


Portugal, azarado, tem um putativo herdeiro demasiado novo para casar (digo eu). Senão, imaginemos o que não seria a efervescência - e até mesmo a recuperação - de muitas empresas nacionais:


- BetClic e bwin - ah, não, estas não são portuguesas


- Canecas e pratos do IKEA - não, também não


- Atoalhados e turcos da Zara Home - esta é praticamente portuguesa, é galega


 


Na verdade, temos sempre o vinho do porto comemorativo - ah não, isso são os estrangeiros que compram - e as Colecções Philae - estas não sei se são portuguesas, mas acredito que só os portugueses "investem" em colecções que valem zero.


 


Ora bem, estas ideias ficam para uma próxima oportunidade. Obrigada.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D