Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Banco da Esperança?

por Alda Telles, em 22.12.10


 


Alguém reparou nesta informação de um leitor do Diário de Notícias de ontem? Será verdade? É que, a ser, iria ao encontro daquilo que tenho debatido en petit comité entre amigos e no Twitter: está na altura de termos na presidência uma figura da sociedade civil que seja credível e independente, que tenha provas dadas na sua capacidade de mover os portugueses, de lançar e gerir grandes empreendimentos e, porque não, que seja uma mulher. Há muito tempo que Isabel Jonet, que descobriu a pobreza há vários mandatos presidenciais, era a minha primeira escolha. E depois a Leonor Beleza.


É pena que tenhamos deixado escapar esta oportunidade. São mais cinco anos.

Autoria e outros dados (tags, etc)


7 comentários

Sem imagem de perfil

JC a 22.12.2010

Como afirmei no "twiter" começa a generalizar-se em Portugal a ideia de que a beneficência ou a filantropia, e, noutro campo, a economia e as finanças, são a solução para os "males da pátria". Não o são: é à política que compete governar e é nela que se devem encontrar as soluções para os bloqueamentos da sociedade portuguesa. Esta ideia da subalternização da política, não deixa de ter na sua base uma concepção populista da governação e caminha paredes meias com o "apoucamento", quando não contestação, da política e dos políticos. A História ensina-nos onde nos conduz tal coisa. Já agora, se me permitem: http://eusouogatomaltes.blogspot.com/2010/12/solidariedade-governos-e-cidadania.html

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D