Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Gérard Castello Lopes

por Alda Telles, em 12.02.11


 


Um nome incontornável do cinema. Morreu hoje em Paris, aos 86 anos. Durante décadas, vi o seu nome projectado nos écrans, como grande distribuidor de filmes. Descobri mais tarde o seu enorme talento para a fotografia. Chamavam-lhe o "nosso" Cartier-Bresson. Mas não nasceu nem morreu em Portugal.

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

Carlos Machado a 13.02.2011

Eu, com 17 anos, em 1972, fui pedir à Filmes Castello Lopes um filme emprestado para uma sessão da comissão de finalistas do Liceu de Camões. Recebeu-me, certamente por acaso o Sr. Gérard. Ficou comigo 3 horas a falar de cinema e de fotografia. É algo que jamais esquecerei.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D