Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Campos e Cunha, o economista semiótico

por Alda Telles, em 30.09.11


 


 


Soube pelo post "Quem tem medo das agências de comunicação" de Estrela Serrano, no seu blog Vai e Vem, que o ex-meteórico ministro Campos e Cunha, depois de ter falhado a sua carreira de político, decidiu dedicar-se à análise de spin, com a devida proposta de exorcismo dos "spin doctors". Apesar dos termos da análise serem tratados com inegável superioridade por Pacheco Pereira, não consegui deixar de me comover com o seu quixotesco sonho de "um mundo ideal sem agências de comunicação." Poderia o mundo ser melhor? Poderia, mas não seria a mesma coisa.


Quanto à defesa do sector e a explicação desassombrada do papel dos consultores de comunicação, Estrela Serrano fá-lo melhor que qualquer um de nós faria.

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 comentário

Sem imagem de perfil

FVRoxo a 30.09.2011

Um dia a Comunicação em todas as suas Perplexidades será muito bonita e anticonspirativa. Quando?
Quando o Mundo acabar.
Nesse momento de no Reverse Big só Bang ficará o Silencio (suponho e ambiciono)e não existirão Agências Funerárias por ausencia de corpos.As de Comunicação não sabemos.Mas adivinho que serão muito necessárias para gerir os silencios gritantes dos politicos que estarão no Inferno, purgatório ou no nucleo do novo Big Bang.
Em sintese: já não há pachorra para tantos economistas/juristas/droguistas,etc que tanto "comunicam" criticando sempre jornais e agencias que utilizam pela calada dos contratos ou pela visibilidade das carecas à mostra.
O Mundo é composto de comunicação.Sem precipitação.Mas com elevação.Neste caso com mais Campos de economia e menos cunhas de comunicação

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2011
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2010
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D